Marketing de conteúdo para e-commerce: como essa técnica pode aumentar seus leads

Os hábitos dos consumidores direcionados cada vez mais para a internet é uma questão que se reflete não apenas no crescimento de transações comerciais no meio digital, como também nas estratégias de marketing incorporadas pelas empresas que buscam destaque.

 

Naturalmente, em qualquer área, para que uma organização tenha um desenvolvimento satisfatório, é interessante que investimentos contínuos sejam realizados e não é diferente ao se tratar das estratégias de marketing.

 

Para as corporações que atuam como e-commerce, ou seja, com o comércio eletrônico em plataforma própria, o engajamento e atração de clientes em potencial são dois objetivos comuns na busca por mais negócios.

 

Em meio às técnicas que podem ser aplicadas para que resultados sejam alcançados, está o marketing de conteúdo, que compõem uma lista diversa de técnicas de marketing digital, em que por meio de materiais relevantes, valor é gerado para a marca, juntamente com a atração e envolvimento de clientes em potencial.

 

Um dos impactos notórios que a tecnologia apresenta é o hábito de realizar pesquisas antes de uma aquisição, por exemplo, na busca por veneziana industrial, o usuário tem mais chances de clicar em opções bem posicionadas, mas naturalmente, o conteúdo pode comprometer totalmente a seleção, desde o título, descrição até a forma de apresentação do serviço ou fazer com que o interesse seja despertado.

 

É válido citar que um conteúdo valioso não tem direcionamento para a venda, mas em levar soluções para o público. Dessa maneira, a venda acaba se tornando apenas uma consequência dos materiais elaborados.

 

Ao promover um material de valor e, consequentemente, ajudar o usuário, uma percepção positiva da marca é criada. Caso exista alguma necessidade a ser atendida, uma marca conhecida e com impactos positivos terá mais chances de ser procurada. Dessa maneira, entre os benefícios de maior destaque do marketing de conteúdo para o e-commerce, estão:

 

  • Elevação do tráfego do site;
  • Criação de brand awareness;
  • Contribui com o engajamento da marca;
  • Educação de mercado.

 

O tráfego sofre aumento ao investir nesse tipo de estratégia devido ao uso notório dos buscadores em busca de informações. Há pessoas que vão especificamente a procura de um produto ou serviço, como a elaboração de projeto SPDA e naturalmente, as empresas que investem em conteúdo de qualidade em prol da atração e envolvimento de clientes em potencial podem ter maiores chances de receberem cliques.

Afinal, um conteúdo relevante tem maiores chances de conseguir um bom posicionamento nos buscadores.

 

No caso do brand awareness, é interessante abordar que condiz o reconhecimento da marca e a produção de materiais auxilia de forma significativa com esse fator. Por exemplo, uma empresa necessita de determinados reparos em sua estrutura, como em telhas sanduiche e em cobertura metálica.

 

Certamente, ao buscar por empresas de manutenção industrial, a que lhe soa familiar e tem um maior grau de agradabilidade reúne chances maiores de fechar um negócio, principalmente caso o empreendedor ou pessoa responsável pelo contrato conheça conteúdos de qualidade da empresa e já tenha uma impressão positiva.

 

É importante que o engajamento não seja confundido com os benefícios proporcionados pelo brand awareness, pois se por um lado o engajamento contribui com um relacionamento mais diferenciado com clientes em potencial, a opção anteriormente abordada tem uma relação mais profunda com a quantidade de pessoas que conhecem e contam com uma percepção positiva da empresa.

 

Naturalmente, podem existir diversas dúvidas do público-alvo e é justamente nesse contexto que a empresa pode levar soluções ainda mais benéficas e ganhar autoridade na área. Por exemplo, empresas de automação podem abordar as vantagens da instalação de otimizar processos em diversas áreas, análises, entre outros materiais que podem responder dúvidas dos clientes em potencial e elevar a consciência em relação a importância do serviço a ser contratado.

 

Principais aspectos na estratégia de marketing de conteúdo

 

Para que o marketing de conteúdo apresente resultados positivos, é fundamental que a estratégia seja organizada adequadamente e há três etapas cruciais: planejamento, execução e por fim, a mensuração dos resultados. O primeiro passo consiste em analisar a abordagem mais favorável para empresa, assim como os temas e as palavras-chaves.

 

As palavras-chave possuem grande impacto nas práticas adotadas, pois correspondem ao termo utilizado pelo usuário para a busca. A escolha do tema e da palavra-chave principal deve ser precisa, assim como a definição da persona, que condiz com um perfil semi fictício do consumidor ideal. Por esse motivo, é diferente de público-alvo, pois consiste na detecção de traços semelhantes entre clientes de destaque.

 

São maneiras de dar um direcionamento mais correto para a estratégia, afinal, é necessário atrair as pessoas certas para potencializar as chances de conversão de leads, que são clientes em potencial que em algum momento demonstraram interesse pela empresa, seja com um cadastro em uma página ou envio de mensagem.

 

A confiabilidade no e-commerce

 

Nesse contexto, é importante abordar que a confiança na loja virtual é uma das prioridades dos consumidores e é algo que está relacionado com os mais variados fatores, mas principalmente com a questão de que todo o processo é realizado de acordo com as informações disponibilizadas na plataforma, o que abrange vídeos, imagens e textos.

 

Por esse motivo, o conteúdo elaborado tem grande impacto na transmissão de confiabilidade para o cliente.

 

Para isso, é preciso atenção na qualidade das informações e no tipo de contato estabelecido com os clientes. A transparência na emissão de dados da empresa também pode fazer grande diferença para os clientes, principalmente no que diz respeito a experiência, resolução de problemas e forma de atuação.

 

A relação do funil de vendas com o conteúdo

 

O primeiro contato que o usuário tem com a empresa até o fechamento do negócio recebe o nome de funil de vendas, ou seja, o processo de compra. O funil é amplamente aplicado por representar o trajeto das vendas, inclusive as distinções nas etapas, uma vez que no topo o volume é superior em relação ao final, em que está a parcela com maior potencial para concretizar a compra.

 

A ilustração do processo de vendas é importante para identificar quais são os pontos de maior destaque para a conversão e as ações necessárias para conduzir o cliente para as próximas etapas.

 

Nesse caso, o marketing de conteúdo pode ter uma contribuição significativa para que o ciclo de vendas seja menor, mas para isso, cada material deve ser elaborado de acordo com as fases do funil.

 

No topo, comumente a meta é a atração dos usuários para que determinadas necessidades sejam observadas. Nesse momento, é preciso considerar que o conhecimento a respeito da marca, produto ou serviço pode ser escasso ou nulo.

 

Por essa razão, é importante que o conteúdo não seja publicitário e que tenha valor para o usuário. Por exemplo, uma empresa que comercializa mezanino metálico pode abordar os benefícios desse tipo de estrutura, assim como uma que realiza treinamento nr 12, pode apresentar conteúdos a respeito das normas de segurança do trabalho e treinamentos necessários.

 

O meio do funil é onde ocorre a captação de leads, pois os usuários já identificaram determinada necessidade e estão em busca de uma solução. Nesse momento, as empresas podem disponibilizar conteúdos com foco em resoluções, e-books, entre outras possibilidades para que a empresa seja uma candidata com grande potencial para fechar negócio.

 

A etapa de decisão do cliente está associada com o fundo do funil, em que informações mais precisas para a aquisição do produto ou contrato do serviço são buscadas. Para impulsionar as vendas nessa fase, é interessante páginas com descontos, especificações e os benefícios da compra, reforçando assim a confiabilidade.

 

A realização da venda não significa o término dos investimentos em marketing de conteúdo, pois a elaboração de materiais personalizados pode potencializar as chances de um relacionamento duradouro, que resulte em novos negócios e indicações. O mais vantajoso para a empresa é que investir na obtenção de um novo cliente requer mais tempo e dinheiro do que trabalhar para que um cliente volte a concretizar uma compra.

 

Com os procedimentos abordados no decorrer do texto, é possível trabalhar de uma forma mais favorável para o aumento de leads. Todavia, é importante dar ênfase ao fato de que assim como outras estratégias de marketing digital, o marketing de conteúdo requer planejamento e cautela na execução, assim como comprometimento por parte dos profissionais.

 

Afinal, é preciso que cada etapa do processo seja realizada adequadamente, desde a análise de público e palavras-chave até o formato de conteúdo e canais.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *